BRICS

BRICS: ESTUDO COMPARATIVO CORRELACIONADO

O projeto, desenvolvido no âmbito de estudos da ordem mundial, tem por objetivo um estudo comparado das grandes potências e os países-líderes regionais emergentes: Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul.

BRICS é uma plataforma de diálogo e cooperação entre os Estados emergentes que, juntos, correspondem por 30% da superfície terrestre, 43% da população mundial e 21% do Produto Global Bruto (PGB), 17.3% do comércio global de bens, 12.7% do comércio global de serviços e 45% da produção mundial agrícola. Esta plataforma visa a promover a paz, a segurança, a prosperidade e o desenvolvimento em um mundo multipolar, interconectado e globalizado. Os países do BRICS representam a Europa, a Ásia, a África e a América Latina, o que confere uma dimensão transcontinental à sua cooperação, tornando-a especialmente significativa para a governança global. 

 

O estudo comparativo persegue o objetivo de correlacionar os parâmetros estatísticos gerais com os critérios políticos do relacionamento bilateral entre os atores estatais em foco, mediante as instituições governamentais.

 

O estudo das semelhanças e das diferenças entre os países-líderes regionais, caracterizadas pelas economias emergentes, com taxas de crescimento acima da média mundial e sustentáveis a médio prazo, com populações substanciais e em crescimento, que compartilham conceitos sobre a evolução mundial e exercitam políticas externas independentes, visa analisar o papel e a importância comparativas das instituições de poder destes países na governança internacional e global, assim como aspectos históricos, culturais, sociais e religiosos, tanto no âmbito dos países, quanto nos planos regionais.